Benchmarking ambiental na indústria de celulose e papel

Publicação
A responsabilidade ambiental já deixou de ser um objetivo de marketing e passou a representar uma condição de sobrevivência das empresas. As exigências legais e a força das comunidades podem levar a grande prejuízos e mesmo ao fechamento de plantas, caso os requisitos ambientais e de sustentabilidade não sejam obedecidos pelas organizações. Aspectos ambientais na indústria papeleira são objeto, inclusive, de disputas entre países, já que emissões hídricas e atmosféricas não respeitam as fronteiras nacionais. Como agravante, a população em geral associa a indústria papeleira a desmatamentos e ao mau uso do solo, ainda que o setor só utilize florestas plantadas e contribua com uma parcela considerável das reservas florestais preservadas. Assim, a indústria tem de agir em duas frentes: primeiro, usar as melhores tecnologias comercialmente disponíveis, com o propósito de gerar o mínimo prejuízo ambiental; segundo, divulgar os baixos impactos gerados e a contribuição ambiental oferecida à sociedade.

O Projeto Indicadores ABTCP colabora nesse processo pelo levantamento periódico de indicadores de desempenho que permitem a comparação de resultados, inclusive ambientais, e a identificação de áreas para melhoria. O conhecimento, por exemplo, de que outra empresa consegue produzir quantidade semelhante de celulose com um consumo significativamente menor de água serve de incentivo para a busca de tecnologias e soluções que permitam reproduzir os bons resultados do concorrente. Entretanto, para viabilizar as comparações, é preciso que os levantamentos sejam feitos com medidas tomadas em bases semelhantes. Para isso, os trabalhos de benchmarking são feitos com o uso de métricas padronizadas e avalizadas pelas comissões técnicas da ABTCP. Embora criados para benchmarking, os indicadores ABTCP estão sendo adotados por algumas empresas do setor em seus processos internos de gestão. A descrição completa da metodologia de cálculo dos indicadores padronizados – inclusive os não descritos neste trabalho – pode ser encontrada nos sites da ABTCP e da Bachmann & Associados.

Leia o artigo completo no arquivo PDF.
Anexos

Adobe PDF | 657 Kb

 

Não há temas
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009