Exportações somam US$ 5,069 bilhões em janeiro

Notícias | Indicadores | 13.01.2014
Publicação
Com sete dias úteis, as duas primeiras semanas de janeiro (1° a 12) tiveram exportações de US$ 5,069 bilhões  (média diária de US$ 724,1 milhões) e importações de US$ 5,643 bilhões (média de US$ 806,1 milhões) resultando num saldo comercial negativo de US$ 574 milhões. Na primeira semana (1 a 5), que teve dois dias úteis, os embarques brasileiros ao exterior somaram US$ 1,525 bilhão (média de US$ 762,5 milhões) e as compras externas chegaram a US$ 1,415 bilhão (média de US$ 707,5 milhões), com superávit de US$ 110 milhões. Já a segunda semana (6 a 12), com cinco dias úteis, teve exportações de US$ 3,544 bilhões (média de US$ 708,8 milhões) e importações de US$ 4,228 bilhões (média de US$ 845,6 milhões), o que levou a um saldo negativo de US$ 684 milhões.

Mês

Em relação à média de exportações registrada em janeiro de 2013 (US$ 725,8 milhões), as vendas externas até a segunda semana deste mês tiveram  redução de 0,2%. Contribuiu para este resultado a queda de 7,2% das exportações de manufaturados, principalmente de etanol, tubos flexíveis de ferro ou aço, açúcar refinado, autopeças, medicamentos, máquinas e aparelhos agrícolas, pneumáticos e automóveis de passageiros.  Ainda em comparação com o mesmo período de 2013, houve aumento de 4,9% na venda de semimanufaturados (óleo de soja em bruto, celulose, sucos e extratos vegetais, óleo de dendê em bruto, madeira laminada e em estilhas, borracha sintética e artificial e ferro-ligas) e de 3,3% na exportação de produtos básicos (de soja em grão, minério de alumínio, petróleo em bruto, farelo de soja, arroz em grãos, minério de manganês e carne bovina).

Na comparação com dezembro de 2013 (média de US$ 992,7 milhões), as exportações brasileiras têm retração de 27,1%, por conta, principalmente da queda nas vendas das três categorias de produtos (manufaturados: -37,7%; básicos: -26,6%; e semimanufaturados: -2,5%).

As importações em janeiro de 2014, pela média diária, apresentam redução de 11,4% em relação à média de janeiro do ano passado (US$ 909,4 milhões) puxada por combustíveis e lubrificantes (-71,7%), leite e derivados (-38,0%), aeronaves e peças (-23,9%), e bebidas e álcool (-21,4%). No comparativo com dezembro último, houve queda de 6,9%. Houve diminuição dos gastos com combustíveis e lubrificantes (-65,6%), aeronaves e peças (-36,1%), adubos e fertilizantes (-21,7%), e produtos farmacêuticos (-19,7%).

 

Acesse os dados da balança comercial das duas primeiras semanas de janeiro

 

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009