Produção de mudas clonais e seminais

Artigos Assinados | Série Técnica Florestal | 18.02.2014
Publicação
Em 2012, o Brasil teve um incremento de 228 mil hectares na área de plantio de eucalipto (ABRAF, 2013), o que representa 350 milhões de mudas – insumo básico para os empreendimentos florestais. A produção de mudas desse gênero pode ser feita atravésde propagação sexuada, denominada “muda seminal” (oriunda de sementes) ou de propagação assexuada, denominada “muda clonal”.Em ambas as situações, o material genético disponibilizado vem de um programa de melhoramento que visa atender às necessidades de produtividade dos plantios e à qualidade da madeira, que poderá ser utilizada para os mais diversos fins.

Clique abaixo para ler a matéria

 

Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009