O MOMENTO DO CÓDIGO FLORESTAL BRASILEIRO

Artigos Assinados | COLUNA SETOR FLORESTAL | 10.04.2018
Publicação
Objetivos gerais de uma lei florestal
Quando da sua concepção, o Código Florestal foi pensado e discutido
para equilibrar as demandas dos ambientalistas e do produtor rural.
Apenas resgatando a essência do que levou à redação deste Código,
havia demanda pela manutenção de exigências legais, ao passo que,
pelo lado do produtor rural, necessitava-se de uma interpretação uniforme,
tratamento legal e institucional isonômico e adequado para
atender às exigências legais do quadro regulatório.
Anexos

Clique aqui para fazer o download do arquivo

PDF | 671 Kb

 

Pedro de Toledo Piza

ADVOGADO ESPECIALISTA EM DIREITO AMBIENTAL, GRADUADO PELA UNIVERSIDADE MACKENZIE, COM MBA PELA POLI-USP E MESTRADO PELO IPT-USP, EM MITIGAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS, AUDITOR AMBIENTAL PELO EARA. FOI ALUNO DA ESG. É MEMBRO DO COMITÊ DE MEIO AMBIENTE DO CJE-FIESP E DA ABTCP.

Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009