REDUÇÃO DO MATERIAL ORGÂNICO DO LODO FINAL

Artigos Técnicos | ARTIGO TÉCNICO | 22.06.2020
Publicação
REDUÇÃO DO MATERIAL ORGÂNICO DO LODO
FINAL NA FABRICAÇÃO DE PAPEL TISSUE

O PAPEL vol. 81, num. 06, pp. 79 - 89 - JUN 2020

Autores: Gilson Alexandre1, Regina Weinschutz2, Álvaro Luiz Mathias2, Jarem Raul Garcia1

1 Universidade Estadual de Ponta Grossa
2 Universidade Federal do Paraná

RESUMO
A preocupação com a limitação de recursos naturais e a
legislação cada vez mais rigorosa têm feito com que as fábricas
de papéis minimizem seus efluentes em carga e em
fluxo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a redução de lodo
gerado no efluente de uma fábrica de papel tissue pela recuperação
e reuso de materiais orgânicos suspensos, principalmente,
fibras potenciais que podem ser reintroduzidas
na produção. Foram monitoradas as principais correntes de
fluxos que alimentavam o efluente e foram realizados ensaios
de vazão, de teor de sólidos orgânicos e inorgânicos,
de teor de fibras e finos, permitindo assim o controle operacional
dos equipamentos geradores de lodo. Similarmente, a
avaliação da máquina de papel revelou que sua tela de formação
deveria ser substituída para melhorar a retenção de
fragmentos de fibras. Adicionalmente, foi avaliada a adição
de polímero na suspensão de fibras com o objetivo de reduzir
a perda de fibras na máquina e, consequentemente, reduzir
a turbidez da água que vai para a estação de tratamento
de efluente. Os resultados mostraram que a produção de
aproximadamente 35 ton dia-1 de papéis gerava em torno de
20 ton dia-1 de lodo, o qual continha, aproximadamente, 40%
de material seco; correspondendo a 3,7 ton dia-1 de matéria
orgânica, sendo que 0,5 a 1 ton dia-1 eram fibras reutilizáveis.
As fontes geradoras de lodo avaliadas foram os cleaners, o
tanque de equalização e o clarificador, sendo este último, o
mais relevante. Pode-se concluir que a recuperação das fibras,
além de contribuir para redução do impacto ambiental,
apresentou vantagens econômicas. Outro aspecto observado
foi que, com a redução da matéria orgânica, o lodo passou
a apresentar mais matéria inorgânica proporcionalmente, o
que pode viabilizar o seu uso na confecção de materiais de
uso na construção civil.
Palavras-chave: Reestruturação industrial; Otimização
de processo; Tecnologia mais limpa.
Anexos

PDF | 415 Kb

 

Não há temas
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009