LIÇÃO N.º 1 PARA 2021: APRENDER A COMUNICAR-SE MELHOR

Artigos Assinados | Carreiras e Oportunidades | 28.01.2021
Publicação
Olá, querido leitor. Quanto prazer em começar
o ano fazendo o que amo: levando questionamentos
e reflexões potentes capazes de mudar
a forma como você, que está aí do outro lado,
se relaciona com sua vida e carreira!
Além de agradecer por isso, venho desejar-lhe um ano novo
diferente do que este foi, com novas possibilidades e, claro, que
elas estejam alinhadas ao que realmente importa para você. E,
pensando nisso, escolhi abordar um pouco mais sobre um tema
que me atrai profundamente que é a Comunicação Não Violenta
e suas possiblidades dentro do mundo organizacional.
Sinto que cuidando das nossas relações, cuidamos melhor
de nós e dos nossos propósitos, somos desta forma capazes de
dar voz às nossas necessidades mais privadas que cuidam da
nossa vida e carreira. Assim nascem as metas de curto, médio e
longo prazos. Isso faz sentido para você também?
E quando falamos em resultados e metas fica impossível não
falarmos sobre os relacionamentos que circundam o ambiente
profissional e, se em casa eles são desafiadores, dentro das
empresas muito mais. Isso acontece muitas vezes em ambos os
casos, por nossa falta de clareza na intenção que empregamos
nas nossas atitudes/comportamentos.
Contei aqui, em outro momento, que a Comunicação Não
Violenta ou CNV é, na minha vida, mais que uma estratégia. É
um jeito de ser. Por acreditar nisso, entendo que ela precisa ser
incorporada ao nosso dia a dia e que este processo é lento e exige
mudança de postura e Mindset. Também é conhecida como
um processo de pesquisa desenvolvido por Marshall Bertram
Rosenberg, que apoia o estabelecimento de relações de parceria
e cooperação, em que é possível que nos comuniquemos de
forma mais autêntica, empática e compassiva.
Assim, podemos dizer que a CNV é uma prática consciente
e intencional que nos faz refletir sobre as nossas necessidades
e intenções dentro da relação e permite ao outro que ele viva
o mesmo processo. Ao fazermos isso, cuidamos tanto de quem
emite a mensagem quanto de quem a recebe, e priorizamos o
conceito de que “todas as vidas importam”, que tem sido destaque
na quarentena e um dos assuntos mais falados quando o
tema é desenvolvimento de pessoas.

Leia o artigo na íntegra no PDF disponível para download

POR JACKELINE LEAL
Anexos

PDF | 205 Kb

 

Esta publicação fala sobre
RH
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009