INDICADORES DE PAPÉIS TISSUE

Artigos Assinados | INDICADORES DE PAPÉIS TISSUE | 27.08.2021
Publicação
Os dados estatísticos não corroboram as informações
de alguns fabricantes de uma melhora
no mercado de tissue, o que pode estar ocorrendo
em função dos excelentes resultados que
o setor obteve no segundo trimestre de 2020, o que inviabiliza
uma comparação válida. Fato é que a produção total do
segmento atingiu, em maio passado, o volume de 118,5 mil
toneladas e, em que pese, uma redução de 2,2% frente a maio
de 2020, representa uma sensível melhora frente às médias
mensais do primeiro trimestre.
Por tipos de papel, ainda no comparativo de maio deste
ano contra maio de 2020, apresentaram queda em suas produções
os papéis higiênicos de folha simples e os guardanapos.
As toalhas de mão conseguiram se manter no campo
positivo pelo segundo mês consecutivo, mas, ainda estão
distantes do patamar de 20,0 mil toneladas mensais que já
atingiram no passado e, no acumulado dos cinco primeiros
meses do ano estão perdendo 1,6% do seu volume.
Os guardanapos que tiveram um bom ganho com a pandemia,
recuperando o mercado perdido para o produto fabricado
a partir do papel seda, encerraram o mês de maio
com um volume produzido de 4,0 mil toneladas, com queda
de 2,3% em relação a igual mês do ano anterior, configurando
um resultado ruim pelo segundo mês consecutivo, o que
ainda não ameaça o seu bom desempenho no ano até maio,
quando o produto cresceu 6,5%.
Na soma dos cinco primeiros meses do ano a produção
total de papéis de fins sanitários alcançou a marca de 581,0
mil toneladas, em um patamar 2,2% inferior ao verificado
no mesmo período de 2020.
As vendas ao mercado interno também não foram animadoras
em maio. No total, foram entregues 115,0 mil toneladas
com uma queda de 3,3% em relação a maio de 2020, em
percentual que praticamente se repete no acumulado do ano
que registrou um volume de 561,9 mil toneladas de vendas.
Por tipos, somam-se aos produtos que perderam produção
em maio, as toalhas de mão e as multiúso, deixando no
campo positivo apenas o papel higiênico de folhas múltiplas,
os guardanapos e o papel para lenços que representa menos
de 0,2% do segmento.
As perspectivas para o crescimento da economia brasileira
continuam melhorando, e na pesquisa Focus, realizada
ao final de junho último, os economistas do setor financeiro
já estavam projetando um crescimento de 5% no PIB brasileiro
em 2021, o que deve impactar positivamente o setor
nos próximos meses, e permite acreditar que ainda teremos
resultados positivos este ano, mesmo considerando que a
pandemia em 2020 trouxe resultados positivos para o setor.
Por enquanto, contudo, o grande destaque continua sendo
as exportações que bateram um novo recorde em maio
2021, superando, pela primeira vez, o patamar de 6,0 mil toneladas
exportadas em um único mês, com um incremento
de 8,4% em relação a maio de 2020.
Aparentemente as exportações estão se estabilizando em
um novo patamar, que foi alcançado no ano passado, e devem
apresentar crescimentos mais modestos nos próximos
meses. Na verdade, considerando a valorização do Real, poderemos
até registrar quedas nas exportações que, acreditamos,
se ocorrerem, não serão grandes.
Anexos

PDF | 182 Kb

 

Pedro Vilas Boas
A Anguti Estatística elabora relatórios mensais para você acompanhar os mercados de aparas de pa-pel, papéis de embalagem e papéis de fins sanitários. Conheça e assine nossos relatórios mensais com dados mais detalhados em: www.anguti.com.br
tel. (11) 28647437
Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009