Publicação
DESEMPENHO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE CELULOSE, PAPEL, PAPELÃO E PRODUTOS DE PAPEL



Na coluna desde mês trago números atualizados a respeito do desempenho da Indústria Brasileira de Celulose, Papel, Papelão e Produtos de Papel (chamarei aqui resumidamente de Indústria de Celulose e Papel). De forma comparativa, também apresento desempenhos de outras duas cadeias produtivas: (i) Indústria da Madeira (fábricas de madeira maciça, portas, janelas, chapas de compensado, MDF, MDP, OSB e outros produtos em geral), e (ii) resultados nacionais médios da Indústria da Transformação como um todo. A Figura 1 mostra a evolução média do faturamento das três cadeias produtivas destacadas. É interessante notar que a indústria de celulose e papel teve um crescimento similar ao das demais em todo o período avaliado, embora seja fácil perceber um descolamento do ritmo de crescimento do faturamento dela para com as demais, a partir do 1.º trimestre de 2020. Na linguagem de corredores do mercado financeiro diz-se que o faturamento cresceu “um degrau abaixo”. Além disso, embora os dados mais recentes mostrem retração do faturamento médio no início de 2022, é importante notar que esse mesmo movimento de queda nas receitas tem ocorrido de maneira cíclica na virada de ano dos últimos anos. Já a Figura 2 mostra como as indústrias percebem a demanda futura de seus mercados. Os dados de 2020 confirmam expectativas futuras muito ruins durante o 1.º semestre de 2020, auge da pressão dos estados e municípios para paralisação das atividades produtivas no Brasil. Nos meses mais recentes, a expectativa com o futuro volta aos patamares médios históricos, saindo inclusive daquela onda de otimismo desenfreado que normalmente ocorre na sequência de momentos econômicos muito difíceis. O histórico da taxa de utilização da capacidade instalada das indústrias avaliadas está sumarizado na Figura 3. Por característica natural, a indústria de celulose e papel opera em níveis mais elevados do que a média nacional, apresentando também menores oscilações ao longo do tempo. Cabe também o destaque da baixa influência das paralisações da pandemia no ritmo de trabalho da indústria de celulose e papel.

Leia a análise completa no PDF 
Anexos

Estratégia e Gestão

PDF | 324 Kb

Estatísticas

PDF | 778 Kb

 

Marcio Funchal
A CONSUFOR é uma empresa de consultoria em negócios e estratégias, especializada nos setores da indústria da madeira, papel e celulose, bioenergia, siderúrgico, oresta e agronegócio. Para atender às necessidades do mercado, a CONSUFOR desenvolve serviços de consultoria e pesquisa focando em quatro áreas: Inteligência de Mercado, Engenharia de Negócios, Gestão Empresarial, Fusões e Aquisições.
tel. (41) 35384497
Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009