Publicação
No final de março, a Suzano promoveu o Suzano Day 2022, evento que anualmente reúne analistas e investidores do mercado financeiro para apresentar as próximas estratégias comerciais da companhia. Prestes a se tornar uma empresa centenária (em 2024), a Suzano fortalece a sua atuação não só valorizando as conquistas da trajetória como se dedicando ao fortalecimento da competitividade futura. “Precisamos ser uma empresa que se baseia no passado, que celebra o seu legado e sucesso atual sem deixar de atrelar isso a uma busca contínua por melhorias e transformação”, destacou Walter Schalka, presidente da companhia. Ele reforçou que a estratégia da Suzano se divide em cinco avenidas de crescimento. “A primeira delas está fortemente relacionada ao nosso propósito, que se traduz pelo objetivo de desempenhar o papel de líder em sustentabilidade. Esse Corpo diretivo faz análise sobre cenário atual e aponta tendências que justificam planejamento de curto, médio e longo prazos POR CAROLINE MARTIN Especial para O Papel Suzano Day 2022 aborda agenda estratégica dos diferentes segmentos de atuação da companhia aspecto guia nossas práticas atuais e nos prepara para aquelas que vão definir o futuro da empresa”, adiantou sobre o tema melhor detalhado por Cristina Gil, diretora executiva de Sustentabilidade. “A Suzano embutiu a sustentabilidade em seu processo de tomada de decisão. Temos várias abordagens que demonstram isso e nos fazem acreditar que entregaremos uma transformação muito importante nos próximos anos”, afirmou ela. Ainda de acordo com Cristina, a base de todo o trabalho que envolve o tema sustentabilidade dentro da Suzano é a governança. Ela creditou os marcos relevantes já alcançados aos líderes da empresa, que têm, pelo menos, uma meta de sustentabilidade em paralelo às especificamente atreladas às suas frentes de negócio. O Relatório de Sustentabilidade 2021, que compila os principais resultados financeiros, sociais, ambientais e de governança, será publicado no próximo mês. Christian Orglmeister, diretor executivo de Estratégia, Gente, Comunicação, TI e Digital da Suzano, falou sobre os progressos mais recentes da agenda de bionegócios da empresa, destacando a parceria com a Spinnova. “Em 2017, a Suzano concretizou um investimento de 5 milhões de euros na startup finlandesa Spinnova. Foi o início da nossa missão para levar a fibra à base de madeira à indústria têxtil. Essa startup agora é uma realidade, com uma capitalização de mercado maior do que 15 milhões de euros, em ritmo crescente.”
Anexos

PDF | 129 Kb

 

Caroline Martin
Especial para Revista O Papel
tel. (11) 38742725
Esta publicação fala sobre
Para procurar por publicações similares, clique
nos temas acima ou nos textos listados ao lado.
Você também pode realizar uma pesquisa
no campo superior desta página.
Você pode ainda publicar seu comentário logo abaixo, assim como mandar sua sugestão por e-mail.


Participe, deixe abaixo os seus comentários.

Ajax Indicator
Ajax Indicator

Institucional

Conheça aqui a rede de comunicação da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Contato

A ABTCP espera sua mensagem, seja para anunciar, enviar sugestões ou tirar dúvidas sobre nossas publicações.

O Papel | ABTCP | Todos os direitos reservados 2009